Primeira tareafa encerrada

A 2ª Gincana Cultural Xô Desperdício
foi um SUCESSO!

72 escolas participantes!

Mais de 100 mil visualizações!

Envolvimento efetivo da rede escolar no uso correto da energia elétrica!

Lorena

A partir de sua sede em Lorena, um grupo de estudiosos, a despeito de todas as dificuldades, segue buscando soluções para os problemas do Vale mais importante do país.

Nos sombrios anos da ditadura militar, mais especificamente em 1973, eram poucas as pessoas que decidiam se reunir para discutir qualquer coisa que não fosse futebol. Foi nesse clima sombrio que um grupo formado principalmente por professores e alunos da Faculdade Salesiana de Lorena, sob a presidência de José Luiz Pasin, fundou o Instituto de Estudos Valeparaibanos: um espaço para o debate e o estudo das questões valeparaibanas. São mais de 40 anos lutando pela preservação do patrimônio histórico, cultural e ambiental da região. Com sede em Lorena, o Instituto segue apresentando palestras, simpósios educativos e cuidando para que o Vale do Paraíba seja visto como um conjunto de comunidades com necessidades e soluções específicas.

 

 

Lorena chamou-se inicialmente "Hepacaré’, nome tupi-guarani que quer dizer "braço ou seio da lagoa torta", em virtude do trecho do rio Paraiba ali existente na época. Em 14 de novembro de 1788, foi elevada à Vila, por decreto do Governador de São Paulo Bernardo José Lorena, razão pela qual foi dado à nova Vila o nome de Lorena.

População total: 82.537 habitantes
Área:  414.160 km²
Densidade demográfica: 119,19 habitantes por km²

Lorena possui as melhores condições de desenvolvimento no estado de São Paulo. Destaca-se por estar estrategicamente localizada entre os principais centros consumidores do país (São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte) e por contar com a infraestrutura necessária para o suprimento de importantes matérias primas. Além disso, Lorena está localizada nas proximidades de quatro principais portos do Brasil: Santos, Itaguaí, Rio de Janeiro e São Sebastião. Também destaca-se por contar com três universidades: USP, com cursos na área de engenharia química e de produção, FATEA e UNISAL, voltadas para a área de humanas. A presença de três centros de ensino de excelência é, também, um fator de atração de novas indústrias.
 

História

 

A cidade de Lorena surgiu em função das expedições de exploração até as Minas Gerais. Além de uma parada para os bandeirantes, Lorena era o porto utilizado para travessia do Rio Paraíba do Sul. No Vale do Paraíba, quase todas as cidades surgiram como necessidade de apoio às expedições. Com Lorena, também foi assim. Em 14 de novembro de 1788, foi elevada à Vila, por decreto do Governador de São Paulo Bernardo José Lorena, razão pela qual foi dado à nova Vila o nome de Lorena. Nessa data foi eleita a primeira Câmara de Vereadores. Pela lei Provincial de 24 de abril de 1856, foi elevada à categoria de cidade.

 

Turismo

 

- Parque das Águas do Barão: um dos maiores atrativos da cidade, com mais de 12.000 metros de muito verde, playground, quiosques e mini-zoológico.

- Catedral Nossa Senhora da Piedade: local do início do povoamento da cidade, de frente para o Rio Paraíba e do porto que ali existia, mas a mudança do seu leito, e o desenvolvimento da população que se instalou mais para leste, fez com que a igreja ficasse de costas para a cidade

- Igreja São Benedito: é uma construção gótica, do período barroco, com grandes salões suntuosos e pontiagudos, característica do movimento. Uma parte da herança de Minas Gerais no interior de São Paulo.

- Fazendinha das Flores: responsável pelos projetos de paisagismo de vários tipos e lugares, como o metrô de São Paulo, a Praça da Sé, alguns jardins do Rio de Janeiro e mirantes da estrada Rio-Santos.

- Casarão do Conde Moreira Lima: é talvez a mais rica e sólida construção, não só de Lorena como de todo o Vale Paraíba.

 

Comentários

Estamos aguardando seus comentários. Participe! É super fácil.

Deixe seu comentário:

Nome:
Idade:
E-mail:
Escola:
Mensagem:
EDP Bandeirante participa do Aniversário de Pindamonhangaba LEIA MAIS
Unidade Móvel da EDP participa da SIPATMA 2013 na Panasonic LEIA MAIS
Unidade Móvel de Ensino chega à Pindamonhangaba LEIA MAIS
EDP Bandeirante participa de evento em São José dos Campos LEIA MAIS
EDP Bandeirante conclui Cursos de Capacitação em Guarulhos LEIA MAIS
Projeto “Boa Energia nas Escolas” em Caçapava e Pindamonhangaba LEIA MAIS